quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Perda do atacante Lambada deixa o futebol amador de luto


Por Delmar Costa/BJ
Um pai de família, um policial militar, um goleador. O futebol amador de Cachoeirinha perdeu nesta semana, mais exatamente na noite de segunda-feira, dia 8, Sérgio Renato Silva, de 43 anos, mais conhecido por Lambada.
O atacante que na última temporada havia jogado no sênior do Ponte Nova, foi vítima de um acidente vascular cerebral (AVC), ou derrame como é popularmente conhecido. Lambada atuava na Brigada Militar de Cachoeirinha e deixa mulher e oito filhos. Ele morava na Vila Fátima e além do futebol se dedicava a ações sociais. Costumava realizar festas em frente a seu bar no Dia das Crianças e no Natal.
Em entrevista publicada na edição do dia 18 de janeiro de 2008 no Jornal de Cachoeirinha, Lambada contou um pouco de sua história no futebol. A matéria fez parte da série chamada “Boleiros da Nossa Várzea”, que entrevistou personagens do nosso futebol amador.
Durante a conversa, o atacante revelou que tinha o sonho de jogar até os 50 anos e que já havia marcado cerca de 800 gols. Lamentava muito não ter recebido nenhum tipo homenagem por parte da Liga Municipal de Desportos por nunca ter sido em alguma partida.
Sua carreira começou com 7 anos de idade jogando em Santa Maria. Participou das categorias de base do Grêmio Bagé e do Olímpia, do Paraguai. Em Cachoeirinha chegou no início dos anos 90 para jogar no Marechal Rondon, onde acabou campeão municipal.
Passou pelo futebol de Gravataí e foi campeão com o Três Estrelas e no Baixada, de Morungava. Em 92 voltou para a cidade para ser campeão no Danúbio. Também ergueu taça de primeiro lugar nos times do Nova Cachoeirinha, Nacional, Juventude, Ponte Preta e Ponte Nova. Seu último título foi o municipal de Sêniors pelo time do Parque da Matriz, em 2009.
O experiente atacante descreveu para o repórter Delmar Costa que uma de suas maiores alegrias dentro de campo foi a conquista da segunda divisão pelo Ponte Preta, em 1997.
Lambada foi velado na capela do Cemitério Municipal e enterrado na tarde de terça-feira, dia 9, no Cemitério Memorial da Colina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário